Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

E há um ano foi assim...(parte V)

Ás oito da manhã já estava no Barreiro á porta do bloco de partos… depois de uma noite muito mal dormida e de muitos nervos… toquei á campainha e quando abriram a porta entrei… o Pedro ficou do lado de fora com os outros papás… os nervos eram muitos e o medo do desconhecido ainda mais… quando ouvi o meu nome entrei e fui atendida pelo doutor Victor… falamos um pouco, ele viu os meus exames e mandou-me despir para fazer o toque… deitei-me na marquesa, aguentei o toque e no fim ouvi o que já esperava “Estás com 0 de dilatação…”, deu-me metade um comprimido e disse-me que dai a umas horas ia estar aflita com contracções (que animador)… enquanto estou no consultório recebo uma sms da minha mana dizia qualquer coisa como isto… “Estamos a pensar em ti… Força…” ñ aguentei a comecei a chorar… quando saí do gabinete do médico fui para o da enfermeira… tirei a minha roupa e meti-a dentro de um saco de hospital, vesti a linda da bata do aberta atrás e um robe branco… respondi a um breve questionário e fui informada dos prós e contras da Epidural… quando acabamos estes procedimentos dei á enfermeira o saquinho com a primeira roupinha do Duarte e tudo o que tinham pedido… e é aqui que vem a primeira parte chata do dia, o clister… nunca tinha feito nenhum e sinceramente espero ñ voltar a fazer tão depressa… que coisa estranha… Ainda esperei mais ou menos meia hora no corredor até me encaminharem para o quarto nº3… deitei-me na cama e fui ligada ao aparelho de CTG, fiquei a ouvir o coração do meu menino e a ler uma revista… por esta altura já estava mais calminha… pensava que ia enfrentar tudo de cabeça levantada… fui apresentada á enfermeira que ia ficar comigo toda a tarde… uma querida… chamava-se Sandra e nunca me vou esquecer das palavras de apoio e conforto que me deu naqueles momentos em que se senti tão frágil… estive mais ou menos 2h sozinha apesar de ter pedido varias vezes para me chamarem o Pedro, ñ compreendia porque é que ele haveria de estar lá fora… mais ou menos ás 13h passou a equipa médica, 3 no total, e fizeram-me novo toque para ver a evolução… começaram por me perguntar se tinha dores ao que respondi que ñ tinha… o toque confirmou isso mesmo, estava tudo igual, nadinha de dilatação… disseram-me que ia ficar ali muitooooooooooo tempo… e eu que em duas horas já ñ tinha posição para estar… Finalmente chamaram o Pedro e ai o tempo passou mais rapidinho… ficamos a conversar… mais ou menos ás 15h vieram novamente fazer toque para ver a evolução… eu já sabia quando o médico vinha á minha enfermaria porque a senhora que foi internada ao mesmo tempo que eu e estava no quarto nº2 gritava muito com o toque, isso fazia-me ficar tão nervosa… o médico entrou e fez o toque, até então o que mais me custou… já tinham passado 7 horas desde tinha tomado o tal comprimido e mesmo assim nem dilatação, nem contracções… foi ai que reforçaram a dose no soro… segundo eles desta é que era… pedi para fazer xixi, queria levantar-me e ir á casa de banho, ñ compreendia o porque de estar deitada se me sentia bem… mas ñ me deixaram ir, trouxeram-me a arrastadeira, ai como eu detesto fazer xixi na arrastadeira, dá ideia que estou a fazer para a cama… o Pedro ajudou-me e lá consegui fazer… por esta altura já eu tinha feito mil e uma perguntas á enfermeira Sandra… e ela sempre com muita paciência respondia a tudo e dava-me apoio… estava triste por ñ conseguir a dilatação e só pensava que iria estar ali muito tempo… nisto ouvimos a bebé do quarto nº4 a nascer… a mãe também tinha sido internada ao mesmo tempo que eu mas já tinha três dedos de dilatação… quando eu e o papá ouvimos o choro da bebé olhamos para a primeira roupinha do nosso Duarte que estava em cima do berço para onde ele deveria ir quando nasce-se… olhei para a barriga e pedi-lhe para que fosse rápido, que o queria conhecer… quando a enfermeira Sandra voltou ao meu quarto perguntei-lhe como tinha corrido o parto da outra senhora, ela disse que tinha corrido tudo bem e que a Leonor era enorme com 3,800kg, fiquei admirada, mal eu sabia que o Duarte ainda ia ser maior… A equipa médica volta a passar e a fazer toque… e… NADA, tudo na mesma… perguntei ao médico se ia fazer-me uma cesariana ao que ele respondeu que não… estava oficialmente a preparar-me para passar ali muito tempo… O Pedro saiu para comer alguma coisa e eu fiquei ali cheia de fome… ai que só a mim… nisto já deviam ser umas sete da tarde… já me doía o corpo, já me doía a alma… o Pedro voltou da rua e disse-me que tinha ligado a minha irmã e a minha mãe a perguntarem como é que as coisas estavam a correr… ainda fiquei mais ansiosa… vieram novamente fazer toque, o doutor Victor disse-me que sou dura na queda e que estava tudo na mesma… desespero… mas pelo menos também ñ estava a sofrer além de umas dores por estar naquela cama desconfortável… voltaram a aumentar a dose no soro… perguntei á enfermeira Sandra se pela experiencia dela eu ia estar ali muito tempo, ela respondeu que ás vezes as mamãs na minha situação estavam lá 2 e 3 dias… O QUÊ??? O Pedro também já estava cansado de estar ali… Por volta das 20h a senhora do quarto nº2 foi levada para fazer cesariana e eu continuava ali… era a única das 3 que tinham entrado de manhã… Mais ou menos ás 21h a enfermeira Sandra tirou-me o soro para eu ir tomar um duche… antes de me levantar ela deu-me um rebuçado que me soube a pouco porque estava cheia de fome… comi o rebuçado para ñ ter uma quebra de tenção quando me pusesse de pé e enquanto o Pedro foi jantar eu fui tomar banhoca… ai que bem que me soube… voltei ao quarto e a enfermeira ligou-me o soro novamente… fiquei sentada na cadeira onde o Pedro esteve toda a tarde e fiquei ali um bocado sozinha a pensar no quanto a minha vida estava para mudar daquele dia para a frente… o Pedro entra, deviam ser uma 22h, volta a dizer-me que esteve a falar com a minha irmã, com a minha mãe e com mais um monte de gente… que stress… nisto entra o médico… ficou admirado de me ver sentada na cadeira… expliquei-lhe que fiquei ali depois do banho… ele disse-me que ia encaminhar-me para cesariana, porque já tinham passado 15 horas a coisa ñ desenvolvia e além disso pelo CTG parecia que o Duarte já estava a sofrer por causa da indução… o Pedro ficou todo contente… eu fiquei sem saber o que fazer… estava a muito pouco tempo de um momento porque tinha esperado 41 semanas, ia conhecer o Duarte… de repente parece que tinha esquecido tudo… senti-me tão insegura… a enfermeira Sandra entrou e pôs-me a algália, ai custou-me tanto… que raio de invenções… quando terminou deu-me um beijinho e despediu-se, disse-me que o turno dela tinha terminado e que ñ tarda ia chegar uma colega para me acompanhar… tive mesmo pena de ñ ser ela a acompanhar-me na  cesariana, e mais pena tive quando entrou a tal colega, era antipática e rude… começou por mandar o Pedro embora… despedi-me dele com um beijinho e ñ pude evitar chorar… quando ele saiu, para meter conversa disse-lhe “Bem parece que estou a minutos de ser mãe…” ao que ela respondeu “Não foi para isso que cá veio…”... já ñ disse mais nada… Fui pelo meu pé para o bloco com o soro levantado numa das mãos… quando entrei no bloco, despi a bata e deitei-me toda nua… o bloco era gelado e comecei a tossir muito á conta da constipação… veio o pessoal que ia assistir á cesariana, eram 23h30m… uma das auxiliares disse “Mas que grande mulher que temos aqui” ao que outra respondeu “É grande mas não é grande coisa, nem conseguiu parir…”, ai que nervos que me deu ao ouvir isto… Finalmente chegaram as médicas que iam realizar a cesariana e a anestesista… foi difícil dar a raqui… quando esta começou a fazer efeito senti um calor tão bom nas pernas… que bom… as médicas começaram a cesariana… senti cortarem… senti uma mãe dentro de mim… os nervos estavam no seu auge… ia conhecer o Duarte… de repente começo a ouvir muitos coxixos entre as duas médicas… uma delas era estagiária… a médica que estava a fazer a cesariana só dizia que estava difícil, que assim ñ iam conseguir, que ele estava muito subido… ainda fiquei mais nervosa… afinal quanto tempo faltava para conhecer o meu Duarte?? No relógio grande que estava na parece á minha frente marcava 23h 55m…

 

Continua…

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 14:22

link do post | deixar pedaços de céu | favorito
|
8 pedaços de céu:
De mommymarina a 19 de Janeiro de 2009 às 15:19
A tua história é parecida com a minha. Só que eu tive dores! MUITAS! lol Bjs
De Graça a 19 de Janeiro de 2009 às 15:26
Não podes parar agora...... vem lá escrever o restante sff :p :p :p :p

retive as palavras dessa estupida dessa mulher no parto... sinceramente... parece que têm prazer em dizer essas coisas tão feias numa situação tão dificil para uma mulher :( :(

vá despacha-te, vem lá escrever mais lololol

bj ************
De sofia a 19 de Janeiro de 2009 às 15:41
Ai meu Deus, imagino a tua ansiedade, até eu fiquei sentada na ponta da cadeira!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana
De Coisinhas da Mamã Lili a 19 de Janeiro de 2009 às 16:00
Ai ai estou ansiosa por ler o final da historia, que nao foi o final mas sim o inicio de uma nova vida, foi a mudança das vossas vidas :)

Tens desafio no meu blog, ah e vou puxar-te as orelhitas pk andas a falhar muito nas visitas e comentarios :(

Beijoquinhas
De susel a 19 de Janeiro de 2009 às 16:02
Então......assim não vale.....estou em pulgas.

para "castigo" tens um desafio no meu blog.

Beijocas
De SapatosdeLacinho a 19 de Janeiro de 2009 às 19:40
Eu adoro ler-te :) Mas até fico assustada, são tantas emoções juntas.. tanto toque... opá que medo!! Lol
Foste corajosa, Ana, parabéns!!

Agora falta o final. :D Ansiosa.... ehehe

Beijoca
De Estreladomar a 19 de Janeiro de 2009 às 20:02
Nem imaginas o quanto gostei de ler este post.
Fez-me reviver tantas coisas. També detestei o clister, também não sabia fazer xixi na arrastadeira, lolol... depois da algália tb não queria fazer xixi porque achava que aquilo não ia funcionar, lololol... Também achei a cama DOLOROSAMENTE desconfortável... enfim!! Foi muito parecido excepto no nervosismo... ainda não sei como tive tão calma e serena. Não tive medo de nada. Acho que tava meio anestesiada com o jantar do dia anterior, massada de tamboril, ihihihihihi...

De Sandra e Dinis a 19 de Janeiro de 2009 às 20:10
Parece que estava ler o meu parto, só que o meu graças a deus só demorou 10h, para se deciidrem a a fazer a cesariana!

Amanhã à mais... espero para ler o final da história.

Bjs

Comentar post

.Obrigada pela visita e voltem sempre...


glitter-graphics.com
Ana Goncalves

Cria o teu cartão de visita

.Barrinha...

Lilypie Third Birthday tickers

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Ultimas aventuras...

. Boas Festas...

. Força Portugal...

. Drº Duarte...Carnaval 201...

. 4 Anos...

. Boas Festas...

. Carnaval 2011...

. 3 anos ou 36 meses...

. Boas Festas...

. Atirei o pau ao...

. Inauguração do Gymboree M...

. Parabéns Quentin...

. Museu das Aldeias...

. Fim de semana de festa...

. E como diz o Duarte...

. A minha marcha é linda...

.O que já passou...

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

.Ás kuantas ando...


Birth Announcements

.Gosto de visitar e de aprender com...





BabyBlogs BabyBlogs selobaby2 Agenda dos Miúdos

.Vamos falar...



adopt your own virtual pet!

LCD Text Generator at TextSpace.net
Ana Goncalves

Cria o teu cartão de visita