Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Parabéns para a mamã....

No dia 09/02/1983 nascia eu... passaram 27 anos... hoje estou de parabéns... o Duarte já mos trauteou, e que bem que soube...

 

Foto de 2006...

Mais uma aventura por... Ana às 10:43

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (14) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Duas imagens... um ano que passou...

O mesmo jardim, o mesmo banco, a mesma mamã e o mesmo filhote lindo... um ano que passou...

 

 

... um amor que só aumentou...

 

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 15:02

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (10) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Uma carta para ti...

Ontem estava a procurar um papel para escrever a lista de compras que quero fazer no fim de semana e deparo-me com a seguinte carta num bloco que há muito ñ era aberto... foi escrita ás 22h do dia 18 de Janeiro deste ano... estavamos nós a horas de ir para a maternidade para um parto induzido... chorei a lê-la porque ñ me lembrava de a ter escrito, vejam bem como estava, o meu estado de nervos... acho-a bonita e apesar da letra tremida vou guarda-la para um dia mostrar ao Duarte... quero partilha-la convosco uma vez que ñ acompanharam a minha gravidez, atravez dela vão conseguir sentir um pouco do meu estado de espírito na altura...

 

" O tempo passou tão rápido, ñ consigo traduzir por palavras todos os sentimentos porque passei nestes quase 10 meses, foste a minha companhia, deste-me pontapés quando me senti sozinha para me fazeres lembrar que ñ o estava, que me acompanhavas noite e dia… vi-te crescer na minha barriga, desenvolveres-te a cada eco… ainda me lembro do dia em que soubemos que vinha um menino, fiquei um pouco chateada, a mãe é mesmo uma tonta maluca…
Amanhã vou conhecer-te e apesar de estar feliz ñ consigo conter as lágrimas… por um lado quero tanto, mas tanto ver-te e segurar-te finalmente nos braços, mas por outro tenho tanto medo… medo do parto, medo de ñ te conseguir pegar bem, medo de não ter leite para te alimentar… já estou outra vez a chorar, que coisa…
Temos tantos segredos só nossos, lembras-te quando adormeci no barco e o marinheiro teve de me ir acordar??, e quando descia a Av. da Liberdade até meio para apanhar o autocarro só para ñ descer e subir as escadas do metro no Marquês… e lembras-te daquela vez que tinha tanta mas tanta vontade de comer canja que ás duas da manhã fui cozer peitos de frango, era deslavada mas souberam-nos tão bem… e lembras-te quando fomos comprar as primeiras roupinhas para ti, foi difícil escolher, só queria dar-te o que de mais bonito havia… lembras-te quando fomos buscar o teu carrinho e o montamos, só te imaginava lá dentro… são tantos segredos só nossos… as vezes em que chorei e só nós soubemos o porquê… as vezes em que ri, para os outros sem sentido, mas para nós havia-o, mas mais uma vez era só nosso… tantos momentos juntos que já te amo sem te conhecer, já te acho o mais lindo bebé sem te ter visto… mas e tu, será que vais gostar de mim, achar-me bonita…
Pergunto-me como estarei amanhã a esta hora… cheia de dores?? contigo nos braços?? feliz?? triste?? Juro-te que ñ queria ter medo, mas tenho, e tenho tanto… desculpa…
Sinto-me em baixo, esta constipação está a dar cabo de mim, tem-me tirado noites de descanso, abriu-me o peito e instalou-se em mim numa altura em que precisava de força para te ter… sinto-me frágil, fraca… será que vou conseguir pôr-te no mundo… o medo é terrível…
Quero despedir-me da minha barriga mas ñ consigo, acho que me vou sentir muito só a partir de amanhã… prometes que me vais acompanhar como até aqui e nunca me vais deixar sozinha? Promete-me, dá-me agora um pontapé para ter a confirmação… então Duarte estou á espera…
 
Não sei como estarei amanhã, se já te conheço ou ñ… sei que vai ser um dia cheio de emoções, sei que vou chorar, que vou rir, que vou passar por momentos de aflição e dor… mas sei que vai ser especial conhecer-te… dá-me a força que preciso para ultrapassar isto sem medo…
 
 
Despeço-me com um até amanhã Duarte…
 
 

Da mãe que te ama... Ana Gonçalves... "

 

 

Estas palavras já me fizeram recordar tanta coisa, ter ainda mais saudades de dias tão especiais... e ter ainda mais certeza que o mais importante da minha vida é o meu menino...

 

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 07:50

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (26) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Mãe que é mãe...

Já tinha pensado varias vezes fazer este post, nunca o fiz porque depois achava que era ridículo levar tais comentários em consideração, mas agora depois de ver este post da mamã do lindo Miguel, a Sofia do blog "Rotação Terrestre" achei que deveria faze-lo... vamos então a isto...

 

Como já aqui falei varias vezes o Duarte nasceu no Hospital Nossa Senhora do Rosário no Barreiro. Considero que tanto eu como o meu filho fomos muito bem tratados e muito bem acompanhados desde o momento dos CTG´s até á hora em que saímos com alta, mas ñ me posso esquecer de alguns comentários que ouvi de uma ou duas enfermeiras do bloco de partos e de uma colega de enfermaria... quando estava deitada no bloco á espera do anestesista para receber a raqui para a cesariana entra um grupo de enfermeiras e auxiliares que iriam assistir á cesariana, eu estava bastante nervosa mas nunca me vou esquecer de alguns comentários que ouvi, tenho noção que provavelmente foram por brincadeira, para me descontrair um pouco mas o certo é que me tocaram pela negativa... ora como ia dizendo estava eu deitada (como vim ao mundo) e elas entram na sala, diz uma " Ena que grande mulher que aqui temos... é mesmo alta..." imediatamente a seguir diz outra " É grande mas ñ é grande coisa, nem conseguiu parir..." . O outro comentário que me magoou veio por parte de uma colega de enfermaria(que até é conhecida da minha sogra, a filhota dela nasceu no mesmo dia do Duarte mas a meio da tarde)... sempre falei bem com ela, até porque estávamos juntas no mesmo quarto e queria que houvesse bom ambiente, mas já tinha reparado que havia muitas diferenças entre nós... apesar dos poucos anos que nos separam(ela tem mais dois ou três que eu) achei que ela via as coisas de modo muito antiquado, por ex ñ quis levar a epidural por pensar que ficaria com muitos problemas de saúde e lhe dificultaria numa próxima gravidez (????????????), dizia constantemente que o leite dela ñ prestava, não tinha força(palavras dela) e era por isso que a menina chorava muito, apertava a mama e dizia que só saia água mesmo depois de toda a gente(enfermeiras, médicos, eu, outras mães) lhe explicarem que nos primeiros dias era isso, essa água açucarada(colostro) que bastava ao recém nascido...  muitas mais diferenças haviam entre nós que ñ vale a pena estar a citar... até que um dia ela me diz " Mãe que é mãe tem de sentir as dores de um filho a nascer, tu nunca vais ser tão boa mãe como eu..." ora como eu ñ queria estar a chatear-me por respeito ao sitio onde estava e principalmente para ñ estragar o momento mágico que estava a viver só lhe respondi que ia fazer de conta que ñ tinha ouvido, levantei-me e levei o Duarte a passear no berço pelo corredor... apesar de ñ querer estas palavras marcaram-me até hoje... Acho muito estúpido pessoas que pensam assim... é claro que queria ser eu a fazer o meu filho nascer, a primeira a ver o meu boneco, que tivesse sido o Pedro a cortar o cordão e que ele estivesse perto de mim para ver o filho nascer, é claro que ñ me importava de ñ ter sentido as dores que senti no pós operatório, é claro que ñ me importava de ñ ter passado o que passei recentemente á conta da cicatriz da cesariana... ñ me acho melhor ou pior mãe que a de um bebé que nasceu de parto normal, sou a mãe que estou a aprender a ser, se calhar faço muitas asneiras, se calhar não, mas acho que isso ñ tem nada a ver com o modo como o Duarte nasceu... eu e a minha irmã nascemos de cesariana, os meus sobrinhos nasceram de cesariana e tenho tanto na minha mãe como na minha irmã dois exemplo do que considero ser BOA MÃE...

 

Por isso Sofia ñ ligues quando te disserem que ñ és tão boa mãe ou que o Miguel ñ vai ser tão ligado a ti por ñ dares a maminha... eu dou e sinto-me uma felizarda por ter essa bênção, mas ñ consegui ter um parto normal e tu conseguiste... cada uma de nós é a melhor mãe que sabe ser, pena é continuarem a haver pessoas que ñ querem deixar de ser burras...

 

Desculpem se alguma mamã que teve parto normal e pensa assim ler isto e ñ gostar mas é o que penso...

 

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 09:17

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (23) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

O meu menino risonho voltou...

Ontem o dia correu muito melhor... voltei a ter o meu reguila risonho de volta... de manhã fomos ao centro do Montijo... quando chegamos a casa papou bem a sopinha de feijão verde e novilho... ñ quiz dormir logo a sestinha, ficou mais de uma hora a brincar na cama/parque... depois lá adormeceu, dormiu a sestinha e acordou bem disposto... estive ao pé dele no quarto a arrumar uma roupa que tinha estado a passar e ele só se metia comigo, queria era brincadeira... depois de jantar fomos dar uma volta ao forum, tinha visto umas botas de caminhada muito em conta na publicidade da Declathlon, fui lá vê-las e acabei por comprar, depois ponho foto...

 

E pronto era isto que vos queria dizer hoje, que por aqui estamos melhores...

 

Fiquem com uma foto que tiramos ontem depois de chegar do fórum...

 

 

Bom fim de semana para todas...

 

Bjs

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 07:41

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (26) | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Susto * Notícia da TV * Leitinho da mamã...

Hoje quero falar-vos de três assuntos distintos... vamos então a isto...

 

O Susto de ontem...

 

Ontem agarrei no meu carrito, como já vos disse já é velhote, tem 10 anos, foi a viatura onde aprendi a conduzir, mas como ia a dizer agarrei no meu carrito e fui ao centro do Montijo ao banco... Estacionei, e lá vamos nós, pelo caminho apanhamos uma chuvada... mas a parte melhor estava para vir... de regresso ao carro, meti o Duarte no ovo, como ele estava a rabujar dei-lhe a chave para ele brincar até que prendia o ovo, ele gosta do porta-chaves e era uma maneira de ficar entretido... nisto acabo de prender o ovo, fecho o trinco da porta do Duarte por dentro e num impulso fecho a porta do carro.................... só depois me apercebi que tinha fechado o menino dentro do carro com as portas todas trancadas(o carro ñ tem fecho automático)... bem foi um desespero, o Duarte continuava a brincar com o porta chaves e a rir para mim que estava do lado de fora... ñ conseguia pensar, ñ conseguia respirar... o que fazer... andava por ali um arrumador, chamei-o... era quase mudo, mal se compreendia o que dizia, disse-lhe se me podia ir chamar alguém... chamou um senhor que ia a passar, perguntei ao senhor se tinha uma chave de fendas para tentar arrombar a fechadura do carro, ñ queria partir o vidro porque ainda podia cair algum caco para cima do menino e magoa-lo... o senhor foi buscar a chave de fendas, tentou arrombar a fechadura mas sem sucesso, por esta altura eu já estava a chorar e o Duarte do lado de dentro continuava a brincar com o porta chaves e a sorrir para mim, pelo menos isso, acho que se ele começasse a chorar desesperava mesmo... como o senhor ñ conseguiu arrombar prontificou-se a ir chamar uns senhores de uma oficina ali perto... a esta hora já haviam por ali varias pessoas a assistir ao "espectáculo", somos um país de gentinha... as pessoas comentavam, cochichavam, abanavam a cabeça, diziam que ele ainda engolia a chave e engasgava-se... enfim... eu a chorar de desespero e as pessoas a assistir na primeira fila... o Duarte ria para mim... os senhores a oficina lá vieram traziam tudo para arrombar a porta mas queriam que lhe mostra-se o livrete do carro, para provar que era meu... ai desabei, respondi que estava dentro do carro na mala, que depois da porta aberta lho mostrava... pedi por tudo para me abrirem a porta, que o meu filho estava lá dentro fechado... foram embora... sem livrete ñ arrombavam a fechadura... nisto já tinham passado uns bons 40 minutos... o Duarte estava a achar piada a situação e continuava a rir dentro do carro... eu já em desespero digo que vou ter de partir um dos vidros... nisto chega um senhor que estaciona mesmo ao lado, ao ver-me assim, pergunta o que se passa, alguém lhe explica, e ele diz "Então mas está aqui toda a gente a assistir ao espectáculo e ninguém ajuda e rapariga?? Cambada de curiosos...", vai ao carro dele, trás uma chave de fendas e abre-me a porta, nem arrombou a fechadura, ñ vai ser necessário troca-la... entrei, agarrei no meu menino e abracei-o e chorei, chorei por tê-lo nos braços, chorei de alivio como nunca tinha chorado... dei uma pequena recompensa ao senhor e aos outros senhores que me tinham ajudado e vim para casa a tremer... nem sei como consegui conduzir até aqui...

 

A noticia na Tv...

 

Estava a ver TV e chama-me a atenção um tema de conversa no programa da Júlia Pinheiro á tarde... era a história de um casal que perdeu uma filha de 18 meses em casa da ama... parece que a ama tinha lá 16 meninos, sim DEZASSEIS, para tomar conta sozinha e nesse dia a menina ñ quis comer a sopa, por isso a ama pôs a sopa num copo, abriu a boca a menina e obrigou-a a engolir... a menina engasgou-se de tal maneira que com a falta de ar acabou por falecer... Fiquei a pensar que um dia vou ter de deixar o meu menino numa ama, é certo que ñ tem 16 crianças, tem só o neto, mas mesmo assim vou estar com o coração nas mãos...

 

Leitinho...

 

Deixei para o fim a boa noticia... VOLTEI A TER LEITINHO... sim é verdade, ele voltou... ñ sei se com o fim do Mr. Red ou se pelas medidas que tomei, comecei a tomar as saquetas de promil, tenho bebido mais ou menos dois litros de chá de funcho por dia, muita águinha e ponho o Duarte á mama varias vezes ao dia(agora já ñ é necessario)... mesmo assim estou a insistir com o biberão para ele se habituar... mas ñ posso esconder que estou muito mais feliz assim, a dar-lhe do meu... OBRIGADA mais uma vez pelos conselhos... ajudaram-me muito... são uma bloguitas lindas é o que é...

 

Para finalizar fiquem com algumas fotos giras dos disparates do Duarte nos últimos dias...

 

As caretas para o tirarmos da cama de viagem...

 

As Caretas para sair da cama de grades...

 

A explorar a cada cantinho da casa...

 

Finalmente sentado no banho... com os brinquedos... 

 

Este meu filhote está cada vez mais traquinas...

 

Bom fim de semanas para todas...

 

 


Mais uma aventura por... Ana às 08:06

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (29) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Vale a pena ser honesta??

Vou contar-vos o que me aconteceu na terça feira... fui á rua e como de costume trouxe o correio para casa... começo a abrir as cartas, até estava distraída a ver tv, por isso nem vi bem de onde eram... vinha uma da Tvcabo, uma do Modelo... mais publicidade... até que abro uma e vejo um cheque... de 34. 309€, sim leram bem TRINTA E QUATRO MIL TREZENTOS E NOVE EUROS... Até fiquei de olhos esbugalhados... vou a ver ñ era para nós... era para o antigo morador da casa, recebo montes de cartas para eles, ponho sempre em cima da caixa do correi(antigamente ainda me dava ao trab de ir meter num posto de correio e escrever no envelope que já ñ era aquela a morada)... ás vezes até vejo os miúdos do prédio a brincarem com as cartas que ponho em cima das caixas do correio para o carteiro levar de volta... mas ñ tenho nada com isso, porque é que ñ mudaram a morada, compramos a casa a um empreiteiro que a comprou a eles e a remodelou toda, por isso nem nunca tinha visto o homem... fiquei chateada por ter aberto uma carta que ñ era para mim, quando o Pedro chegou estava toda lixada... foi então que me lembrei de ir á vizinha da frente que já mora á algum tempo aqui no prédio, perguntar se os conhecia, para eu poder entrar em contacto com o homem... ela falou com uma vizinha do prédio ao lado que é ex sogra de uma das filhas do senhor e deu-lhe o meu tlm... ontem o sr R(antigo morador) ligou-me a perguntar o que é que eu lhe queria... lá lhe contei... o homem até ficou sem reacção... ñ estava á espera, parece que era o pagamento de um processo de acidente de trabalho de á uns anos... primeiro disse que vinha hoje de manhã, mas depois ligou de novo e disse que vinha depois do jantar de ontem... lá veio... ficou todo contente... pediu para ver a casa, ficou admirado, diz que está irreconhecível, está toda remodelada...

Lá se foram embora todos contentes...

Se eu ñ tivesse aberto a carta por engano nunca iam ter o cheque, porque ia pôr a carta em cima da caixa do correio e provavelmente os miúdos iam brincar com ela como costumam fazer, e o senhor nunca ia reclamar o cheque, porque ñ se lembrava dele... ora depois de pensar nisso tudo, e de pensar se acontece-se comigo, chego á conclusão que iria dar qualquer coisa á pessoa, ainda que fosse pelo trabalho que teve para o encontrar, e por me ter chateado com o assunto... o Pedro ñ queria que eu procurasse o senhor... nem que fossem €5... vocês não o fariam??? Será que vale a pena ser honesto???

 

Mudando de assunto, ontem estiveram cá de novo o padrinho do Duarte e a namorada Filipa, trouxeram um presente todo giro, o fatinho da foto a baixo... brincaram muito com ele... depois vieram as tias Idalina e Carla buscar o Diogo e ainda estiveram um bocadinho com o Duarte que adorou ser tão paparicado... o meu filho ADORA que lhe dêem atenção...

 

Não sei se vêm ai mais dentinhos... mas o Duarte anda rabugentinho para comer, fica "chateado" com facilidade... não tem temperatura, mas lá que anda chatinho, isso anda...

 

Por hoje ficamos por aqui... tenho um desafio da Vera para responder... prometo que é amanhã linda...

 

Fica a foto da roupinha do pimpolho...

 

 

Para as meninas que perguntam, ainda ando deprimida e triste... tenho o coração apertadinho...

 


tags: ,
Mais uma aventura por... Ana às 00:31

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (15) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Má mãe...

Ontem senti-me má mãe... muito má mesmo... mas passo a explicar... depois de jantar fomos ao Mc Donald´s do fórum comer um geladinho, ás vezes fazemos isto e o Duarte nunca tinha ligado nenhuma... mas ontem ele não tirava os olhos de mim e começou a chorar, também queria gelado... comecei a sentir-me mal, até me deu vontade de chorar, porque sabia que não lhe podia dar o gelado... por isso deitei-o fora... fui ao Continente e comprei um caixa de biscoitos para ele... ficou todo contente com o biscoito, só ria... a partir de agora vou trazer sempre alguns biscoitos para ele comigo, para não voltar a sentir-me tão mal como ontem... voltei a pensar na situação que vos contei na semana passada, da mãe que comeu o chocolate á frente de um filho de 3/4 anos e não lhe deu nada... definitivamente nem todas nascemos para ser mães... ontem senti-me má mãe... desculpa filhote, a mamã adora-te...

E vocês já se sentiram assim??

 


Mais uma aventura por... Ana às 11:11

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (19) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Momentos entre filho e mãe...

Porque uma imagem vale mais que mil palavras...

 

 

   

Momentos lindos de amor... um amor sem fim, maior que o coração, que a alma... 

 

Um amor como daqui ao céu... e do céu aqui...

 

 


 

sinto-me: in love
tags: ,
Mais uma aventura por... Ana às 15:52

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (8) | favorito
|

Manhas de palmo e meio...

Estes miúdos conhecem-nos mais rápido a nós que nós a eles... Na semana passada fui pôr o Duarte á cama para poder ir tomar um duche, normalmente faço isso, ele tem lá os brinquedos e fica entretido, tomo um duche muito rapidinho e vou tira-lo... mas neste dia o malandro ficou a chorar, fui ao pé dele e começou a rir-se e dar ás pernas, falei um bocado com ele e pensei que o assunto tinha ficado resolvido... mas assim que virei costas começa na mesma... lembrei-me de fazer um vídeo, onde no inicio se ouve ele a chorar e depois a satisfação por me ver... olhando para estas imagens fico tão babada e feliz... o meu filhote gosta de me ver e fica feliz, nem que seja só para o levantar da cama...

 

 

É ou não um malandreco lindo??? Eu não lhe resisto...

 

Adenda- Em relação ao post anterior, continuo sem saber quem é, mas também ñ estou minimamente interessada, já tenho os dois homens da minha vida, o meu Duarte e o Pedro...

mais homens só se for daqui a uns 4 anos...

malucas, já estão a pensar mal, estou a falar de outro filhote... ai ai, essas cabecinhas...

 

 

Mais uma aventura por... Ana às 00:00

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (7) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

E á seis meses aqui a mamã...

(escrito no fim de semana passado, aquando dos seis meses do Duarte)

 

...estava cheia de dores mas muito feliz....

 

Aqui no blog só contei como foi o parto, nunca contei como foram os 3 dias de internamento que se seguiram... vou então puxar um pouco pela cabeça e contar...

 

Subi para o quarto mais ou menos ás duas da manhã, ia cheia de dores, a anestesia estava a passar e devido ao facto de ter sido aplicada ventosa na cesariana tinha mais dores que as comuns cesarianas... cheguei á enfermaria, estavam lá duas mamãs com as suas princesinhas... o Duarte era o rei do pedaço... uma das mamãs já ia sair nesse dia depois de almoço e a outra tinha sido internada ao mesmo tempo que eu, mas já com 3 dedos de dilatação, por isso teve um parto normal e segundo as enfermeiras era uma "boa Parideira", porque fazia a dilatação muito rápido... mas como ia a dizer, cheguei á enfermaria e fui examinada pela enfermeira e por dois enfermeiros estagiários... nunca tanta gente junta viu a minha pachareca ... segundo a enfermeira, estava toda inchada de tantos toques seguidos durante a tarde, trouxe-me gelo para aliviar, e também me disse que o meu penso da sotura tinha sangue, marcou a linha do limite com uma caneta para ver se continuava a sangrar...

 

Aproveitei para ligar á minha mãe, e mandar um sms á minha irmã que me ligou logo... ficaram todas admiradas por causa do Duarte ser tão grande... a minha mãe queria saber tudo... acho que aprendi com ela a ser mãe galinha...

 

Perguntei se me poderia trazer algo para as dores,trouxeram paracetamol... fiquei desiludida, porque sabia que aquilo não ia servir de muito... enquanto isso o Duarte estava a dormir o soninho dos justos no seu bercinho... um doce de bebé, que durante todos esses dias de internamento nunca chorou... bom mas como eu já previa o paracetamol ñ fazia qualquer efeito... estava a passar pelas horas mais dificeis da minha vida... eram tantas dores que nem sabia onde me doia... como só poderiam dar-me mais alguma coisa para as dores ás 6h da manhã, contei cada minuto... também estava cheia de sede, mas como é lógico não podia beber água...  mais ou menos ás 3h da manhã a enfermeira e os respectivos estagiários vêm ver como estava, mal a enfermeira me destapa vê que o penso da sotura estava cheio de sangue, chamou logo uma das médicas que me tinha feito a cesariana... bem nem me quero lembrar... a médica tira o penso e aperta os agrafos um por um para ver qual era o que vertia sangue... pensei que ia morrer com dores, é certo que ñ tive contracções, ñ sei o que isso é, mas o que passei depois da cesariana deve ser tão mau ou pior... lá descobriu de onde vinha o sangue... não sei bem o que fizeram nessa altura estava maluca com tantas dores... voltaram a colocar o penso, fico ainda com mais dores do que já tinha, peço para me darem mais alguma coisa para as dores e dizem-me o mesmo, que só poderiam dar ás 6h da manhã... tentei abstrair-me do meu fisico ao olhar para o meu bonequinho que dormia ali mesmo ao lado... a enfermeira veio busca-lo para lhe ver a glicémia, como continuava baixinha meteu-o na mama novamente... conforme o Duarte mamava mais dores tinha... e depois ele estava sempre a adormecer, tinha de estar sempre a acorda-lo... e as seis da manhã nunca mais chegavam...

 

Finalmente eram seis da manhã......... como já passava um minuto lol das seis , carreguei na campainha para me darem finalmente alguma coisa para as dores... não gosto de ser chata, e procuro incomodar o minimo possivel mas tive de carregar porque estava realmente cheia de dores... a enfermeira lá me pôs Nolotil no soro... olhava para a bisnaga como a minha salvação... mas comecei a reparar que ñ estava a pingar... que azar pah... atão tanto tempo á espera daquilo e depois não o puzeram bem... ai ai... fiquei á espera que a enfermeira por ali passa-se para ela ver aquilo, não queria estar a carregar no botão novamente... mais ou menos ás seis e meia, já estava a desesperar, lá vem a enfermeira... lá lhe expliquei e ela lá pôs aquilo a correr... e realmente aliviou um pouco...

 

Mais ou menos ás 8h achei que já eram horas de mandar sms e avisar amigos e famíliares da chegado do boneco Duarte... ora a mensagem era mais ou menos assim "Olá, sou o Duarte, nasci esta noite com 4.120kg e 53cm, os papás estão muito felizes, a mamã tem dores mas isso passa..."

 

Queria tanto tomar um banho, mas só me podia levantar depois ao meio dia, quando tinha passado 12h do nascimento do Duarte... disseram-me que me iam dar banho na cama... a meio da manhã já estava novamente aflita com dores... percebi que não havia analgésico que me valesse, só mesmo o tempo...

Ao meio dia e tal depois do tal banho lá me levantaram... bom... comecei a suar frio a ver tudo a rodar... a sentir-me tão mallllllllllllllllllllllllllllll.... se não me agarrassem rápido tinha caído ao chão... quase, quase desmaiava...

 

Quando o Pedro chegou á uma da tarde estava ainda muito mal disposta e sentia-me muito mal sentada... andar era mentira, dava-me uma dor horrivel que a principio pensei ser na costura, mas depois de ser examinada a enfermeira explicou-me que na cesariana tinham esforçado um tendão... e que ia demorar uns dias a passar...

 

O pedro mal chegou começou logo a cuidar do filhote, cortou-lhe as unhas, mudou a fraldinha, aspirou o narizinho... fiquei a ama-lo ainda mais, por ele estar a cuidar tão bem do meu bonequinho lindo...

 

A tarde lá se passou, entretanto uma das minhas companheiras de quarto teve alta... as minhas dores continuavam... recebi algumas visitas... e ás 20h o Pedro teve de vir embora... e ai bate um pouco de tristeza... mas olhava para o Duarte e tudo passava...

 

A noite não foi facil, continuavam as dores, e andar era dificil por causa do tal tendão... O Duarte dormia o tempo todo e nem acordava para mamar, por isso fiz eu o horário de três em três horas e meti o despertador do tlm... mas mesmo assim ele só mamava 10m outras vezes menos... as enfermeiras queriam a toda a força que ele mamasse durante 30 minutos... diziam que tinha de o acordar, de lhe tirar a roupa... eu sei lá... mas não haia nada a fazer, era aquele tempo e pronto... e sempre foi assim, o Duarte nunca demorou mais de 10m a mamar, e só de uma mama por mamada... começaram a deixar de me chatear quando depois da mamada iam fazer o teste da glicemia e estava bem...

 

A segunda feira chegou, queria levantar-me e andar de um lado para o outro como via fazer, mas não dava, segundo a enfermeira, o problema era mesmo o tendão, porque segundo ela já era para andar mais ou menos... ir tomar banho nessa manhã foi uma aventura... cheguei com muita dificuldade á casa de banho, e ainda com mais dificuldade tirei a roupa... depois de estar prontinha para o banho, lembro-me que me tinha esquecido das minhas coisas na enfermaria................. CARAÇAS................. bom tive de me vestir de novo, e ir tentar buscar as minhas coisas, mas cheguei á cama e tive de me deitar um bocado e só ao fim da manhã fui tomar a banhoca... Á uma como sempre lá estava o Pedro para passar a tarde connosco... nessa tarde saiu a outra senhora que estava comigo, mas entretanto já tinha entrado outra que teve no domingo ao fim da tarde e acabou por sair na terça, ainda antes de mim...ao fim da tarde mais visitas... todos achavam o Duarte lindo e parecido com o pai... como não podia deixar de ser...

 

Nunca me vou esquecer que o Duarte dormia quase o tempo todo, e as visitas queriam vê-lo de olhos abertos, mas não havia nada a fazer... e não é que uma das enfermeiras estagiarias que por lá andava num dos dias chegou ao pé de nós e disse "mas será que não vou ver os olhos deste borracho??"... e começou a despi-lo, até ai tudo bem, elas ás vezes faziam isso para os bebés espertarem... como com o Duarte isso não resultava, avisei-a logo... diz-me ela "mas ñ vou só despi-lo, vou também molhar-lhe os pés com água fria"... mal acaba de o dizer, agarra no puto e leva-o até á torneira do lavatório... abre a torneira e toma lá morangos... bem fiquei pa morrer... disse-lhe para mo trazer, que se ele queria dormir era deixa-lo dormir... fiquei orgulhosa do meu bonequinho, porque nem assim abriu o olho pa maluca da estagiaria... tou a brincar ela aé era super simpática... mas que não lembra a ninguem ir molhar os pés de um recem nascido com água fria, isso é verdade...

 

Na terça foi mais ou menos o mesmo dos outros dias, já estava um pouco melhor... passei a tarde com o papá, fui examinada e o Duarte também, o Duarte teve alta e aqui a mamã não, por isso ficamos até quarta...

 

Na quarta estava desejosa por passar a equipa médica para finalmente me dar alta... tive alta ás 10h mais ou menos mas só saí de lá depois das 14h... os papeis nunca mais estavam prontos... o Pedro passava o tempo a ligar para saber se já podia ir... tinha passado a manhã a fzer limpezas... contrariamente ao que tinha visto fazer com as outras companheiras de quarto que tinham ido embora a mim não me vieram explicar nada... estavam com mais trabalho nesse dia... mas gostava que me tivessem explicado algumas coisas que depois tive de aprender sozinha... como por ex o que fazer quando subisse o leite... passaram a pesar o Duarte, estava com 3.930 kg, tinha perdido 190 gr, segundo eles era optimo...

 

Mais ou menos ás 14h saímos da maternidade, eram tantos sentimentos, era tanto o medo... era tanta a FELICIDADE... o Duarte ia para casa, para a nossa casa...

 

Quando chegamos a minha mãe também estava a chegar da terra, veio passar uma semana e meia connosco para me ajuadr um pouco...

 

Foi tão bom entrar em casa com o Duarte, e sentir que esta casa que até aqui era o nosso ninho, passou a ser assim, sem mais nem menos um ninho de três...

E é tão bom ter o nosso Duarte...

 

Estes seis meses passaram rápido... foram os seis meses em que menos dormi, em que mais chorei, em que mais preocupações tive... Mas foram sem duvida os seis meses mais lindos e felizes da minha vida...

 

Amo-te cada dia mais filhote...

 

Ficam algumas fotos da maternidade... 

 

Nem reparem na minha figura... estava com mau aspecto...

 

Apesar de terem sido dias complicados tenho saudades... foi muito especial conhecer o Duarte...

 

 

 


 

Mais uma aventura por... Ana às 00:43

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (12) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Coisas de mãe...

Hoje vou falar-vos um pouco aqui da mamã e de algumas coisas que mudaram em mim e na minha vida depois do Duarte nascer...

 

Primeiro vou falar das mudanças fisicas... 

*Fiquei mais chorona...

*Passei a dormir muito menos, no inicio porque tinha de acordar para dar maminha, agora já só tenho de acordar uma vez, mas vou 5 ou 6 vezes ao pé dele ver se está bem...

*Ainda sinto que estou um bocado cansada da gravidez...

*Muitas coisas que enjoei na gravidez continuo sem as poder ver, por ex o perfume que usava, e alguma comida...

*Ando com uma queda de cabelo horrivel que me está a deixar verdadeiramente preocupada...

*Continuo sem comer um monte de coisas que adoro por causa da maminha, como por exemplo mariscos, que já nem sei como será o gosto...

*A minha cicatriz doi-me imenso, e sei sempre quando o tempo vai mudar...

*Não sei o que é comprar trapitos para mim, tudo o que compro é pro Duarte, nem me aptece ver coisas para mim, quando entro numa loja vou logo direita á secção de bebé...

 

Quanto ao psicológico...

*Tenho um medo terrivel que aconteça alguma coisa ao meu bonequinho...

*Não sei se vos acontece, mas ás vezes dá-me um aperto no peito e tenho mesmo necessidade de lhe pegar e aperta-lo para o proteger(não sei do quê, mas pronto)...

*Só de pensar que tenho de me separar dele fico sem sono, aliás esse é um assunto que nunca falamos antes de ir para a cama, porque fico a pensar nisso e não consigo mesmo dormir...

*Compreendo muito melhor a minha mãe e secalhar algumas desilusões que lhe dei nestes 25 anos...

 

Enfim acho que o meu pequeno mundo deixou de ser só meu e passou a ser um pequeno grande mundo nosso...

o Duarte é o meu ar, o meu chão, o meu tudo... ás vezes ponho-me a pensar se será saudavel esta dependência... porque ñ deixo o Duarte nem por umas horas para ir ao cinema... penso que ter de o deixar para ir trabalhar, tem que ser e mesmo assim vai custar, mas sei que tem um motivo, mas deixa-lo quando posso estar com ele não consigo... secalhar a minha relação com o Pedro estava a precisar de um jantar a dois ou de um cinema romantico, já que desde que o Duarte nasceu somos pais a tempo inteiro, mas neste momento não estou a conseguir ser mãe e mulher ao mesmo tempo... só estou a conseguir ser mãe...

 

E pronto, aqui a mamã já desabafou um pouco... e agora digam-me voces, também se sentem assim????

 

Fiquem com algumas fotos minhas...

 

Antes de ser mamã...

 

E depois...

Foto tirada no dia 6 de Fevereiro...

 

Sinceramente, hoje para mim, uma foto sem o Duarte parece que não faz sentido...

 

 


 

sinto-me: pensativa
Mais uma aventura por... Ana às 23:14

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (14) | favorito
|
Sábado, 12 de Julho de 2008

Sei de cór...

 

 

... cada traço...

do teu rosto... do teu olhar...

cada sombra... do teu palrar...

e cada silêncio...

cada gesto que tu faças...

meu amor...

SEI-TE DE CÓR...

  

 

PS- foto tirada 11 de Março.

sinto-me: cada vez mais apaixonada
tags: ,
Mais uma aventura por... Ana às 20:50

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (4) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

A babona da mamã e o gozão do papá...

Hoje vou pôr pela primeira vez um vídeo do Duarte... acho-o engraçado porque foi na altura em que o Duarte começou a fazer os seus sorrisos voluntários e porque a mamã está toda babona a falar para o bonequinho e o papá está de voz de fundo no gozo a imitar a mamã... espero que gostem e que se divirtam, tanto quanto nós...

  

 

 

Realizado por Ana gonçalves

14 de Março 2008

Actor principal: Duarte Bernardo

 

Mais uma aventura por... Ana às 10:06

link do post | deixar pedaços de céu | cuscar pedaços de céu (6) | favorito
|

.Obrigada pela visita e voltem sempre...


glitter-graphics.com
Ana Goncalves

Cria o teu cartão de visita

.Barrinha...

Lilypie Third Birthday tickers

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Ultimas aventuras...

. Parabéns para a mamã....

. Duas imagens... um ano qu...

. Uma carta para ti...

. Mãe que é mãe...

. O meu menino risonho volt...

. Susto * Notícia da TV * L...

. Vale a pena ser honesta??

. Má mãe...

. Momentos entre filho e mã...

. Manhas de palmo e meio...

. E á seis meses aqui a mam...

. Coisas de mãe...

. Sei de cór...

. A babona da mamã e o gozã...

.O que já passou...

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

.Ás kuantas ando...


Birth Announcements

.Gosto de visitar e de aprender com...





BabyBlogs BabyBlogs selobaby2 Agenda dos Miúdos

.Vamos falar...



adopt your own virtual pet!

LCD Text Generator at TextSpace.net
Ana Goncalves

Cria o teu cartão de visita